Consultoria e serviços

Do que você precisa?

Este portal não é mais um dos caça-níqueis de consultoria que se espalham feito mofo em infiltração pelos quatro cantos da internet. A proposta deste portal é bem diferente. Nosso ponto fundamental:

Queremos discutir os processos de gestão e administração contemporâneos, com atenção redobrada aos seus excessos e práticas questionáveis – que, infelizmente, parecem ser majoritários. Nosso interesse primário é a crítica das relações entre capital e trabalho do modo como são praticadas atualmente.

Uma leitura simplista do texto acima pode levantar dois questionamentos/críticas relevantes:

  1. Com essa abordagem, esse pessoal não vai conseguir vender nem cocada para o recepcionista… Consultoria para o gerente, então, nem pensar;
  2. Como manter uma posição de equilíbrio nos textos e análises se, por um lado, já começam com esse manifesto e, por outro, ainda deixam implícito que querem vender alguma coisa?

Esses são bons apontamentos. Vamos ao primeiro. Acreditamos que há uma parcela relevante de gestores e empresas que não surfam nos modismos de algumas pseudoteorias da administração. Nem todo mundo acredita que vale bater a meta a qualquer custo, que jornadas de trabalho intermináveis são produtivas, que a competição desenfreada gera o melhor resultado ou que é importante dizer quem mexeu (ou não) no meu/seu queijo. Ainda existe espaço para reflexão e para o entendimento de que a uberização do trabalho e da vida não é a melhor solução. Nem todo empresário abraça a noção simplista de que o Brasil é a capital intergalática da corrupção e dos impostos ou a ideia de que programas sociais são geradores de vagabundagem. Acreditamos que existem empreendedores que compõem um campo social progressista e generoso, preocupado com o bem-estar da sociedade. Pessoas que querem empreender e rejeitam o conservadorismo dos costumes ou o liberalismo do laissez-faire radical. E, veja, se esse for o seu caso, você não está sozinho. Além deste espaço, muita gente boa está com você (toda a Europa Ocidental, o Canadá, a Austrália…) – e achamos que ser como a Noruega é uma meta muito mais interessante que copiar a América do Trump.

O segundo questionamento, a possível confusão entre interesses acadêmicos e comerciais, na prática, não existe. Por uma razão simples: embora isso possa soar inusitado, nossa intenção é a de vender um conceito novo. Trata-se da consultoria crítica. Em outras palavras, queremos oferecer uma palestra, um curso, uma pesquisa do ambiente interno de sua empresa ou produzir conteúdos sem recuar em nossas concepções. Estamos interessados em dizer quais são os excessos, os problemas da administração contemporânea e não temos medo de apontar as situações em que a gestão se transformou em instrumento que, ao invés de produzir resultados, gera estresse e adoecimento. A honestidade intelectual do questionamento é o nosso produto: porque só desse modo você poderá ver com clareza o que pode ser mudado em sua organização para que ela se transforme em um espaço mais humano e fraterno.

Achou interessante? Uma bobagem? Por que não fala com a gente? Ainda que não dê negócio, o café é por nossa conta. Você pode escrever para consultoria@sociologiadagestao.com ou usar o formulário abaixo: